#DicasOZmap | A iluminação em relatórios

O relatório de área pode ser uma ferramenta muito útil no seu dia a dia, te permitindo coletar dados de regiões específicas dos seus projetos e executar alterações em lote, porém existem maneiras de utilizá-lo que facilitam ainda mais o seu trabalho. Através da ferramenta de iluminação, você consegue identificar uma série de elementos de maneira mais efetiva, mas como utilizá-la?

É bem simples, e, para mostrar melhor, vamos utilizar de exemplo uma situação onde quero saber quais são todas as caixas alimentadas por uma única porta PON para poder implantá-las. O primeiro passo é propagar a iluminação, então iremos acessar a POP onde esta porta está localizada, abrir a OLT correspondente e clicar com o botão direito em cima da porta desejada, selecionando a opção “Iluminar/Apagar”.

Com isso, já será possível ver todo o caminho do sinal dentro da sua POP e também no mapa.

Agora, iremos coletar essas informações em um relatório de área. Ele pode ser feito de duas maneiras: utilizando a tecla Shift do teclado, onde basta segurá-la, clicar nos pontos onde essa área será formada e soltar a tecla, ou utilizando o botão “Gerar uma área para relatório”, localizado no menu lateral esquerdo e que possui um funcionamento bem similar, porém você deve voltar a clicar no primeiro ponto selecionado para gerar o relatório, como no gif abaixo.

Assim que for gerado o relatório, você deverá ir até a aba que contém o elemento que deseja modificar, neste exemplo iremos até a aba de “Caixas”, e, para identificar os elementos, será necessário localizar a coluna “Iluminado”, clicar na setinha em seu cabeçalho e selecionar a opção “Filtros”. Ali, você deverá selecionar se deseja ver as caixas iluminadas, na opção “Sim”, ou não iluminadas, na opção “Não”.

Você também pode utilizar a opção “Agrupar por este campo”, que irá dividir todos os elementos em dois grandes grupos, os iluminados e os não iluminados. Para uma melhor visualização, você pode recolher o grupo que não esteja trabalhando no momento, clicando no ícone de menos ao lado do seu nome.

A partir deste momento, já podemos selecionar as caixas desejadas. Caso você tenha utilizado o recurso “Filtros”, podes utilizar a checkbox localizada no lado esquerdo da coluna “Nome” para selecionar todas as caixas, porém caso tenhas agrupado, podes fazer a seleção uma a uma ou então clicando na primeira e pressionando a tecla Shift do teclado enquanto clica na última caixa da lista.

Como neste exemplo queremos modificar o estado de implantação destas caixas, depois de selecionadas iremos clicar no botão “Alterar”, porém essas informações também poderiam ter sido exportadas para uma tabela CSV para encaminhá-las para análise, por exemplo.

Ao clicar em “Alterar”, uma nova janela irá aparecer, onde você poderá escolher o atributo a ser alterado e qual a nova informação a ser estabelecida. Neste caso, será trocado o estado de implantação de “Não implantado” para “Implantado”.

E pronto, suas caixas alimentadas por uma mesma PON foram implantadas!

É possível pensar também outras situações, como um caso onde é necessário saber quais clientes serão afetados pela manutenção em uma determinada fibra de uma caixa. Para isso, abriremos a caixa e verificaremos para qual lado o sinal está seguindo, para garantir que estaremos iluminando em sentido ao cliente. Essa direção pode ser verificada com o modo de visualização “Direção”, localizado na parte esquerda do menu superior.

No caso desta caixa, a direção está seguindo da esquerda para a direita, portanto iremos utilizar a ferramenta “Iluminar para a direita” na fibra necessária, ou até mesmo no cabo completo.

No mapa, o caminho completo será iluminado, indicando quais clientes estão recebendo este sinal. O restante do processo para obter o relatório segue o mesmo.

Podemos também pensar em um último cenário, onde é preciso obter a lista completa do caminho de cabos que levam o sinal até determinado cliente. É possível fazer essa operação através do próprio cliente, acessando suas propriedades e clicando no botão “Iluminar até a POP”.

Com isso, todo o caminho desde o cliente até a POP será iluminado, permitindo que os cabos que levam o sinal até ele sejam agrupados em um relatório para análise.

Assim que finalizados os processos, a iluminação pode ser apagada no seguinte botão:

E aí, que tal otimizar os seus relatórios?

Se quiser saber mais sobre as OZMap, confira os tutoriais em nosso canal!