#DicasOZmap | Importação de postes

Para importar KMZ’s/KML’s no OZmap, é necessário que você faça alterações nas tabelas para que seus elementos sejam importados corretamente.

Contudo, quando falamos em postes, essa importação pode ser mais prática.

No OZmap, as únicas características que seus postes podem ter são: nome, coordenadas, tipo e observações. Porém, as coordenadas são as únicas obrigatórias, o que facilita e torna mais rápida a importação desses.

No caso de nome, se eles possuírem um no KMZ ou KML, esse será mantido, mas caso não possuir, o OZmap vai gerar um nome aleatório; no caso do tipo, será atribuído um tipo “padrão” se você não alterar na tabela, que é o tipo “comum”; e, por fim, as observações também serão mantidas.

Para isso, você precisa salvar um arquivo somente com seus postes. Por exemplo neste meu caso, onde dados estão em pastas separadas.

Para saber como salvar o seus dados em KMZ ou KML, clique aqui.

Após salva, no OZconverter, você converterá esse arquivo em outros 4 arquivos, 2 em XLS e 2 em CSV e, como nesse seu caso são pontos, eles estarão no arquivo de “pontos”.

O tipo de arquivo aceito para a importação é csv. Como nesse caso você está importando somente postes, após converter, o arquivo de “pontos” em csv está pronto para importar, sem que haja necessidade de editar as tabelas, como nos demais elementos.

No OZmap você clicará em importar os postes.

E por fim, é só selecionar o arquivo em csv e clicar em importar.

Se quiser saber mais sobre o OZmap, acesse nosso canal abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *